Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

30 anos e agora? #3

por Just turned thirty, em 16.02.15

Estrias? Quem não as tem? Quem tem vergonha delas ou quem aprendeu a gostar de cada uma? Eu própria, que me considero uma pessoa magra, tenho todas essas marcas ao longo do meu corpo até nos joelhos!! Sim! Tenho estrias nos joelhos pessoas!

IMG_20150216_095144.JPG

As estrias atingem os dois sexos mas claro nós mulheres somos as que sofremos mais... Elas são uma quebra das fibras elásticas que sustentam uma camada da pele, formada por colageno e elastina. São estes dois elementos os responsáveis pela elasticidade e tonicidade. 

As estrias, contrariamente ao que a maioria das pessoas pensam, não surgem só na gravidez ou pelo aumento de peso, podendo aparecer também em virtude de um crescimento rápido, de um excesso hormonal, do ressecamento da pele e até do excesso de exercícios.

São dois os tipos de estrias : as recentes, de cor rósea ou púrpura, e as mais antigas, de cor esbranquiçada. As minhas, por exemplo, são de crescimento mas a minha própria pele não ajuda porque tenho pouca distensão. Elas são claras e até podem mal se notar em virtude de eu ser tão branquinha mas como é óbvio também não gosto de as ter. 

O importante é aprender a viver com elas já que dificilmente elas desaparecem. Claro que a hidratação diária pode ajudar a prevenir e até amenizar as estrias mas digo-vos que já tentei de tudo e nada. Isto também porque o seu tratamento depende da fase em que as estrias estão, o local em que elas aparecem e a sua espessura. Não havendo cura total, podemos ajudar a melhorar o seu aspeto. Como? 

A pele com estrias possui colageno e elastina mas de forma desorganizada, por isso, é importante fornecer substâncias que ajudem à reorganização destas proteínas. Há vários tipos de tratamento,  desde cremes tópicos a aplicação de ácidos Mas a pessoa indicada para vos aconselhar é o vosso dermatologista. 

E tratamentos estéticos? Há várias técnicas que podem ajudar: o laser fracionado, a radiofrequência, os peelings, o dermobrasão, a carboxitetapia e a intradermoterapia. 

De todos, experimentei a carboxiterapia que consiste na injeção de gás carbonico para dilatar os vasos sanguíneos e estimular a formação de colageno, preenchendo as estrias. Doi? E não é pouco! Mas eu suportei super bem só que fiquei negra durante uns dias. Não convém apanhar sol e os resultados aparecem a partir do segundo mês de tratamento. No meu caso, não notei grande coisa mas as minhas estrias são muitas e muito antigas.

De todo o modo, recomendo mesmo a clínica que frequentei e que amei a atenção: 

Clínica Thalassa 

Avenida 5 de outubro, n. 104, 3 andar

Lisboa

Contacto: 217972175

A consulta de avaliação com um médico é gratuita e ele aconselha-vos o tratamento mais indicado de acordo com o vosso corpo e objetivo.

Sim as estrias são feias mas eu amo cada uma do meu corpo...se preferia nao as ter? Óbvio... Mas são minhas, são sinal de crescimento, de história...da minha história!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D